“Vejo-me na Cruz de Cristo”, expressa Asia Bibi na prisão do Paquistão

ROMA, 12 Fev. 15 / 12:25 pm (ACI).- “Rezo e espero que um juiz seja iluminado por Deus e tenha coragem para ver a verdade”, expressou Asia Bibi, a mãe católica acusada falsamente de blasfêmia contra o Islã, enquanto espera que a sua defesa apresente em abril um novo pedido à Corte Suprema do Paquistão para que estabeleça uma data para avaliar o recurso de apelação da sentença de morte. “Vejo-me na Cruz de Cristo, na certeza de que muitos irmãos e irmãs em todo o mundo estão perto e estão rezando por mim”, acrescentou a mulher desde a prisão … Leia mais

Festa da parroquia

DSC_0169

A principios de janeiro os jovens organizaram a –já tradicional- festa para todas as familias das crianças e jovens que participam durante o ano do catecismo e das aulas de religião. Neste ano se adicionaram e, não podia ser de outro modo, as familias dos refugiados que vivem na escola de nosso bairro. Foi assim que no dia 2 nosso salão parroquial se encheu de pessoas que vieram a gozar de uma festa familiar na que houve orações, comida, cantos, bailes, truques de mágica, pequenas obras de teatro, jogos e, entrega de presentes. Foi um dia de muita alegria para … Leia mais

Refugiados jasidíes

4

Queridos amigos de Iraque: como vocês sabem os mais perseguidos pelo Estado Islâmico são os cristãos,  porque o que eles mais odeiam é a Cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo. Por isso, quando eles entram em uma cidade, as primeras vítimas são os cristãos. Porém, eles passaram a perseguir o resto dos que não pensam como eles, em especial os muçulmanos chiitas e os jasidies (minoria em Iraque que prática uma religião pré-islâmica qrelacionada com os antigos persas). Como os chiitas no Iraque são maioria eles conseguem ajuda do estado com maior facilidade e, ao contrário os jasidíes, ao ser poucos, … Leia mais

Festa para os refugiados

DSC_0122

No dia 27 de dezembro as “Filhas de Maria” organizaram uma festa para os refugiados da escola, em nossa catedral. Como desde antes do Natal diferentes igrejas, organizações e pessoas em particular se aproximaram deles para entregar-lhes presentes (em geral roupa) puderam vestir algo “de gala” já que tão pouco traziam quase nada e, em alguns casos somente tinham a roupa que usavam. É claro que o dia de festa começou com a Santa Missa. Eles cantaram o Pai-Nosso em aramaico, na versao siríaco. Depois da Missa eu lhes pedi que cantassem de novo, assim eu podía gravar-lo e ofrecer-lo … Leia mais

Santa Missa de Natal com os refugiados

DSC_0142

Para este Natal acrescentamos três Missas às que celebramos cada ano. Duas em inglês, da qual eu vou falar-lhes em outro post e, uma em árabe para os refugiados na escola. Esta última foi muito especial devido a situação difícil na que eles vivem e, por devido a um presente especial do Santo Padre. O Papa Francisco enviou uma menssagem para que fosse lida nas Missas de Natal mas, foi na escola onde ela teve maior força, porque ainda que fosse dirigida a todos os cristãos de Medio Oriente, ela tinha um especial significado para aqueles que perderam tudo por … Leia mais

Entrevista com um missionário no Iraque: se parassem as injustiças no Oriente Médio, o Estado Islâmico perderia muito da sua força

luis

Padre Luis Montes, do Instituto do Verbo Encarnado: pedimos que orem e denunciem o genocídio   O padre Luis Montes, sacerdote missionário do Instituto do Verbo Encarnado, passou dezoito anos de ministério sacerdotal em países do Oriente Médio onde os católicos são minoria e muitas vezes vítimas da violência fundamentalista. Foi missionário durante seis anos e meio na localidade palestina de Ortas, situada ao lado de Belém, onde se ofereceu para participar da fundação de um mosteiro contemplativo. Também ficou um ano no norte da Jordânia e seis em Alexandria, no Egito. Nos últimos anos, atende uma paróquia em Bagdá, … Leia mais

Eu sou Nazareno, Cristão para o Iraque, e você? – Fundo de Ajuda para os cristãos perseguidos no Iraque


Os Cristãos e outras minorias no Iraque estão sendo perseguidos, assassinados, escravizados e expulsos das casas que ocuparam desde as primeiras comunidades cristãs que foram formadas pelos Apóstolos depois da ressurreição de nosso Senhor Jesus Cristo. Ao longo da história, muitos cristãos foram perseguidos e se tornaram mártires devido a que eles defenderam a sua fé, entregaram suas vidas por amor a Jesus Cristo. A história está se repetindo agora como antes; o Estado Islâmico do Iraque e da Síria (“ISIS” ou o “Estado Islâmico”) está fazendo mártires os descendentes das comunidades cristãs, como também a outras minorias religiosas inocentes, pela única razão de não pensarem exatamente o mesmo que eles. O mundo hoje assiste com horror como os cristãos estão sendo decapitados, crucificados, mulheres estupradas e escravizadas, juntamente com crianças que também estão sendo estupradas e decapitadas. O Estado Islâmico obrigou a mais de 1,2 milhões de cristãos, yazidis e muçulmanos xiitas a deixarem suas casas no Iraque sobre ameaças de morte ou pesadas multas se não se se convertem [1].

A comunidade internacional só começou a programar uma estratégia para parar ISIS antes que suas ações se tornassem genocídio. Nesse meio tempo, muitos cristãos, incluindo católicos, se perguntam o que poderiam fazer para ajudar a estes irmãos cristãos perseguidos e outras minorias religiosas no Iraque; além de intensificar suas orações por eles. O Papa Francisco doou US $ 1 milhão como uma ajuda pessoal para contribuir a ajudar aos cristãos e outras minorias religiosas no Iraque que foram forçadas a deixar suas casas. [2] Outras organizações, católicas também, levantaram mais de US $ 1 milhão cada uma para o mesmo objetivo [3].

A Campanha

A questão é então, como pode leigos comuns de boa-fé em todo o mundo ajudar essas comunidades mártires no Iraque com algo mais do que as suas valiosas orações? Sabendo que a fé sem obras é morta (Tiago 2:26), a resposta é com o seu bolso. Mediante contribuições a serem utilizados para os esforços de ajuda para essas comunidades. Mas, em seguida, a próxima pergunta vem à tona: Como indivíduos, dado a condição econômica limitada dos lugares onde vivem, podem contribuir com dinheiro para ajudar os nossos irmãos e irmãs cristãos, assim como outras minorias religiosas no Iraque? E, como eles podem enviar esses recursos? A resposta é contribuir para o Fundo de Ajuda aos cristãos e outras Minorias no Iraque, com o objetivo de levantar pelo menos US $ 1 milhão, rede de processamentos e gastos.

Esta campanha é um esforço conjunto de “La Filotea Productions, Inc.”, uma organização católica leiga, e duas ordens religiosas católicas: a Ordem da Santíssima Trindade e dos Cativos e do Instituto do Verbo Encarnado.

 

O que nós precisamos e o que você ganha

Nosso objetivo é levantar pelo menos US $ 1 milhão para esta campanha, rede de processamentos e gastos, e com suas contribuições e orações, e os de seus amigos e familiares, nós poderemos fazê-lo. Quando servimos um destes nossos irmãos e irmãs que sofrem, nós estamos servindo a Nosso Senhor Jesus Cristo, como si Ele estivesse uma vez mais sendo torturado e crucificado na frente dos nossos olhos. Por favor, doem!

Suas doações serão recebidas diretamente pela Ordem da Santíssima Trindade e dos Cativos (os trinitários) nos EUA e distribuído no Iraque, com a colaboração do Instituto do Verbo Encarnado que tem uma missão em Bagdá. Ambas as ordens são instituições católicas. Os fundos serão usados ​​para fornecer ajuda humanitária aos cristãos perseguidos mais necessitados e outras minorias religiosas no Iraque. A ajuda Humanitária vai incluir alimentos, água potável, abrigo, roupas, assistência médica e outras necessidades básicas. Se não chegarmos a nossa meta, ainda assim enviaremos às contribuições ao Iraque, rede de processamentos e gastos, já que qualquer ajuda é muito necessária para os cristãos perseguidos e outras minorias religiosas.

Os benefícios que estamos oferecendo são designados a beneficiar ambas as almas, tanto como daqueles que dão como daqueles que recebem. Os benefícios que nós oferecemos variam desde colocar seus nomes sobre o altar em uma Santa Missa a ser celebrada na Catedral Latina, em Bagdá; a receber um Terço de Oliveira de Terra Santa, a receber uma camiseta da campanha e camisas polos ou cartões de oração, como também a participar de uma Santa Missa com o Superior do Instituto do Verbo Encarnado em Roma e uma Audiência Semiprivada com o Papa Francisco (pendente a disponibilidade do Papa).

O Impacto

O Instituto do Verbo Encarnado já distribuiu fundos para os cristãos e outras minorias perseguidas mais necessitadas no Iraque.

A seguir uma citação do Padre Luis Montes, Pároco da Catedral Latina em Bagdá e um membro religioso do Instituto do Verbo Encarnado:

Faz alguns dias, eu entreguei ao Padre Amir $ 2.000 que era parte das suas doações. Este dinheiro foi dado a um centro de refugiados no norte do Iraque, aonde as crianças são abrigadas. Este centro é dirigido por irmãs (religiosas) que atendem a 150 crianças todos os dias.

O Padre Amir quando entregou os fundos à irmã responsável o rosto desta se iluminou, e disse: “Padre, o Senhor não sabe o quanto precisamos disso. Não nos tinha ficado nenhum fundo para comprar leite amanhã!”.

Nosso Senhor Jesus Cristo nos diz: “Todo aquele que der ainda que seja somente um copo de água fresca a um destes pequeninos, porque é meu discípulo, em verdade eu vos digo: não perderá sua recompensa.” (Mateus 10, 42). Deus nos paga por cada boa ação que fazemos!

Então, no meio da dor dessa violência sem sentido, nos alegramos com aquelas crianças que tinham leite, graças a vocês, e estamos felizes por vocês, porque vocês não ficarão sem recompensa.

Deus vos abençoe!

P. Luis Montes, IVE

Riscos e Desafios

Se formos bem sucedidos nesta campanha, será para a Glória de Deus. Se falharmos, será para nossa humilhação. Em ambos os casos, será bom para nós. No entanto, estamos realizando esta campanha como ouvimos em nossos corações o chamado de Deus para fazê-lo. Fizemos nossa parte, agora cabe ao nosso Deus fazer a Sua. O trabalho depende de nós, os resultados dependem Dele. Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo, amém.

Estamos dizendo ao mundo inteiro que esta campanha está sofrendo. Vamos continuar em oração constante para o seu sucesso. Se ficarmos curto em nosso objetivo, nós ainda usaremos os fundos para a ajuda humanitária em benefício dos cristãos perseguidos e outras minorias religiosas no Iraque. Se ultrapassarmos os nossos objetivos, vamos considerar a distribuição de fundos extras para outros irmãos perseguidos e irmãs em Cristo na Síria. Tudo isso agora depende de Deus.

Estaremos em constante oração para que a vontade de Deus seja feita e, se for Sua vontade, esta campanha será bem sucedida e ultrapassara a nossa meta.

Esta campanha é dedica a Cristina, uma linda menina de 12 anos que foi a primeira a morrer nas mãos de ISSIS durante a Celebração Eucarística (Santa Missa) em Bagdá, no dia 31 de outubro de 2010.

Se você não é pode contribuir com dinheiro te pedimos, por favor, que contribua com suas valiosas orações para que a campanha tenha sucesso e peça Misericórdia a Deus pelos cristãos perseguidos e outras minorias religiosas no Iraque e na Síria. Nós, também queremos pedir-lhes que fale alto e faça muito barulho por esta campanha que é muito necessária. Nós o convidamos para que utilize as ferramentas de compartilhamento Indiegogo.

Vocês permanecem em nossas orações e pedimos a Deus que os abençoe.

A Ordem da Santíssima Trindade e dos Cativos

O Instituto do Verbo Encarnado

Produções Filotea

Idosa mãe de três sacerdotes, um deles no Iraque, torna-se religiosa católica

LuisMontes_MediaMZA

BUENOS AIRES, 24 Out. 14 / 09:12 am (ACI/EWTN Noticias).- O Pe. Luis Montes, missionário argentino do Instituto do Verbo Encarnado (IVE) no Iraque, compartilhou recentemente que a sua mãe, que ficou viúva há oito anos, converteu-se aos 82 anos de idade em religiosa que atende crianças no Lar Nossa Senhora da Divina Providência, de Rama Caída. Em diálogo com o programa Sem Medo, do site Mediamza.com, o Pe. Luis Montes recordou que “somos sete irmãos, um já faleceu, três somos sacerdotes. Meu pai faleceu há oito anos e faz pouco tempo minha mãe, sendo viúva, entrou no convento das … Leia mais

Vaticano: a reunião de cúpula sobre o Oriente Médio aborda o terrorismo

donacion-irak

Os núncios apostólicos da região e os membros da Cúria analisam a situação dos cristãos e consideram que os líderes religiosos deveriam fazer mais   Os representantes pontifícios no Oriente Médio e os superiores dos dicastérios competentes continuaram hoje o seu encontro, que começou ontem e termina amanhã. Reunidos no Vaticano por desejo do papa Francisco, eles analisarão juntos a situação dos cristãos na região. Durante o encontro desta manhã, o secretário para as Relações com os Estados, dom Dominique Mamberti, fez uma apresentação geral sobre a situação política no Oriente Médio e sobre os princípios inspiradores da ação da … Leia mais