Cerca de 1,5 mil crianças foram sequestradas pelo Boko Haram em Camarões em 2015 (ONU)

Cerca de 1.500 crianças foram sequestradas desde o final de 2014 em Camarões pelo grupo jihadista Boko Haram, lamentou a coordenadora humanitária da ONU no país, Najat Rochdi.
Em uma entrevista à AFP, a funcionária explicou que o Boko Haram usa as crianças como escudos humanos nos combates.
“Há várias crianças que foram utilizadas como escudos humanos”, disse Rochdi, indicando que estas vítimas tinham entre 8 e 12 anos.
“O sistema que utilizam é desumano”, considerou Rochdi.
O Camarões iniciou em 1º de agosto de 2014 uma guerra contra o grupo e a região norte do país foi atingida pelos vários ataques dos islamitas, originários da Nigéria.
A insurgência islamita e sua repressão pelas forças de segurança causaram mais de 15.000 mortes na Nigéria desde 2009. Segundo a ONU, mais de 1,5 milhão de pessoas foram forçadas a deixar suas casas nos últimos seis anos.
O grupo jihadista nigeriano tem sofrido várias derrotas desde o início de uma operação conjunta regional no início de janeiro, incluindo tropas do Chade, Camarões, Nigéria e Níger. No entanto, ele mantém posições nas fronteiras.
Os ataques do Boko Haram no Camarões começaram em julho, com roubos, assassinatos e sequestros de pessoas.
“De acordo com a informação de que disponho, cerca de 1.500” crianças foram raptadas desde então, disse Rochdi.

11133798_381655452041972_4101783730573789316_n

Bookmark the permalink.

Deixar uma resposta