O sacerdote que vive em Iraque e o assustador avance dos jihadistas do EI

DSC_0307

O padre Luis Montes chegou a Bagdá em 2010 e testemunha com impotência “a desintegração” desse país; seu angustiante relato a LA NACION sobre a ameaça do Estado Islâmico No dia 31 de outubro de 2010, uns seis homens armados com metralhadoras invadiram a missa dominical da igreja sirio-católica Nossa Senhora da Salvação, em Bagdá. Morreram 58 pessoas, entre eles, dois sacerdotes. As cruzes e outros símbolos religiosos foram quebrados em pedaços. O grupo jihadista Estado Islámico em Iraque atribuiu a responsabilidade do ataque. Dias depois, chegou a essa cidade para instalar-se o padre argentino Luis Montes, enquanto se aguçava o exôdo dos … Leia mais

Rezar por aqueles que os perseguem

iraque1

Nestes días, diversas pessoas nos falaram que estão oferecendo Missas por nós, pelos  cristãos perseguidos e pela paz em Iraque. Receber essas noticias é um verdadeiro consolo e nos dá forças para seguir. Deus é quem pode mover os corações e como diz São Agostinho  “a oração é a  força do homem e a  debilidade de Deus“. Agora gostaria de pedir a todos os que rezam por nós algo em especial: que rezem e  ofereçam Missas pelos os que nos afligem. Existe um formulário própio no missal para pedir pelas pessoas que nos fazem mal e pedimos aos sacerdotes que … Leia mais

Vitimas silenciosas da guerra: Os idosos

iraque9

Quantas pessoas morreram por causa da guerra em Iraque? De acordo com quem proveem as cifras os numeros são de 150.000 a 1.500.000. Os dois estudos mais sérios ao respeito também se diferenciam muuito: A organização Opinion Research Business calculou em 1.033.000 as mortes violentas produzidas em Iraque devido a guerra, desde 2003 até 2008. Amy Hagopian, da Universidade de Washington publicou um estudo na revista PLoS Medicine no dia 15 de outubro deste ano afirmando que a cifra total de mortos entre o começo da guerra e junho 2008 foi de 460.800. Como tão bem falou o professor Raymond Baker “tem algo cegador na destruição … Leia mais

Como estamos?

iraque6

Quando nos perguntam como estamos encontramos uma dificultade em explicar-lo. Por um lado vivemos num país que tem 20 atentados por dia (segundo algumas estimações). O perigo é real e está ao lado em qualquer esquina. Só para pôr um exemplo: o outro dia veio uma senhora para agradecer por seu filho. O garoto ia no ônibus dentro da cidade e desceu onde queria. Nesse momento explodiu uma bomba dentro do vehículo matando aos que viajavam e ferindo na mão a seu filho. Si a bomba tivesse explodido uns segundos antes ele havia sido uma vitima mais. Si este jovem decidia seguir um quarteirão … Leia mais

Exercícios inacianos em Duhok

iraque3

No Iraque a documentação para renovar a residência não é complicada mas sim pesada. Depois de pedir uma carta ao bispo, de estar uma manhã na oficina de assuntos cristãos, e de percorrer umas 30 oficinas no edifício de residências se deve esperar que os papéis passem por todos os contrôles do estado até que nos dêem o ok. Esta espera é de uns dez meses. Na práctica estivêmos uma média (por ano) de seis meses com a residência, e outros tanto fazendo os documentos. Isto fez com que não pudêssemos sair da cidade para conhecer outros lugares dentro do … Leia mais

Apresentação

iraque1

A situação dos cristãos perseguidos, marginalizados, atacados, é pouco conhecida, especialmente quando se da em países nos quais são minoria. Esta é a situação dos cristãos no Iraque. Os cristãos em Iraque são cristãos “esquecidos”, dos que não se quer falar, e sobre os quais se impõe o silencio dos meios de comunicação. Há demasiados interesses em jogo pelo qual se trasformaram em algo “incomodo”. Este silêncio sobre a situação dos cristãos em Iraque e no Meio Oriente em geral não pode continuar porque é um crime. A Igleja levanta sua voz mas não é suficientemente escutada: os Sumos Pontífices … Leia mais